Sobre contar histórias…

Este projeto nasceu da convicção de que a prática de contar histórias tem um potencial transformador. Desde que o mundo é mundo, práticas de transmissão de histórias estão presentes em todas as culturas: dos mitos gregos ao griô africano, dos círculos de transmissão de sabedoria xamã à tradição ocidental dos contos de fadas, tão estudada pela psicanálise.

O diferencial da proposta do Projeto ‘Quer que eu conte?’ é que trata-se de uma iniciativa que busca trabalhar com a “contação” de histórias e a produção de relatos, despertando um conhecimento que já existe nas pessoas, utilizando um conjunto de ferramentas tecnológicas para apresentar este conhecimento em um novo formato – o de conteúdos multimídia, que englobam música, desenhos, fotos, texto, ilustrações e vídeo. Acreditamos que a proposta da produção multimídia com o apoio de tecnologias de comunicação e informação ajuda a provocar a curiosidade pela metodologia que utilizamos – de Digital Storytelling – e desafia o nosso público a colocar em prática, através de técnicas inovadoras, um processo de recuperação de memórias e sua ressignificação.

O projeto ‘Quer que eu conte’?’ acontece em dois hospitais psiquiátricos na cidade do Rio de Janeiro – o Instituto Philippe Pinel e o Centro Psiquiátrico Pedro II. Nestas duas instituições, equipes multidisciplinares participam das oficinas, junto com os pacientes psiquiátricos. Acreditamos que a participação neste projeto permitirá aos pacientes a possibilidade de ampliar a convivência social no seu lugar de tratamento, levando a uma reconquista gradativa de relações: com seus cuidadores, com outros pacientes, com familiares e com o mundo – um processo central para o resgate de seus direitos e o exercício de sua cidadania.


Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized